Home Resenhas Cinema Crítica | Extraordinário

Crítica | Extraordinário

0
0

Extraordinário é o tipo de filme que você precisa chegar no cinema já com lencinhos, e você nem precisa saber direito sobre o que é o filme pra saber disso. Auggie Pullman (Jacob Trembley) se considera um garoto normal, tirando o fato de que ele passou por 27 cirurgias em sua curta vida, e, claro, seu rosto não se parece com o rosto normal de uma criança. 

Apesar de não ter uma descrição específica no livro, a maquiagem feita em Jacob para deformar o seu rosto ficou ótima e ajuda a entendermos mais visualmente porque aquele garoto gera tanta repulsa nas pessoas a sua volta. 

O filme vai contar sobre o primeiro ano de Auggie na escola, no quinto ano e como todo esse processo de adaptação acontece, mostrando a história de vários ângulos diferentes, incluindo da sua mãe e seu pai (Julia Roberts e Owen Wilson) e da sua irmã (Izabela Vidovic). 

Talvez o mais incrível de Extraordinário seja exatamente o fato de que ele conta a história de Auggie, mas ele não deixa de contar a história de todos que cercam o menino, abordando inclusive o quão difícil é pra Via, sua irmã, ter vivido esse tempo todo sem muita atenção dos pais. 

Mas são nos momentos mais simples que o filme toca o espectador: Quando Auggie faz uma piada e tem amigos para rir dela junto, quando seu melhor amigo defende ele do bullie da escola, ou quando você vê o quanto os pais deles tentam dar uma vida normal pra ele. 

Imagem relacionada

Extraordinário é o filme que faz você se colocar no lugar de todas as outras pessoas que existem no mundo, que te ajuda a entender melhor o que é empatia e como ela é importante para a nossa convivência em sociedade, e como muitas vezes estamos tendo reações normais a algo que achamos estranhos, mas sempre esquecemos de pensar como aquela simples expressão pode magoar profundamente alguém. 

O filme mostra como um garoto de onze anos consegue ter uma visão da vida muitos mais real e otimista, muito mais do que muitos adultos, e passa uma mensagem incrível com essa história que é realmente bem simples. 

Resultado de imagem para extraordinário filme

As atuações são daquelas que envolvem você em cada fala de cada personagem, e Jacob Trembley entrega um show de carisma mais uma vez, sendo esse garoto tão diferente mas que sonha em sempre ser igual aos outros. 

O clima do filme, apesar de ter uma temática bem pesada, é bastante leve e divertido e arranca risadas em vários momentos, então é um entretenimento daqueles gostosos, que você sai do cinema com o coração cheio de amor por tudo que acabou de ver. 

Definitivamente é um filme para levar toda a família, inclusive seu cachorro, e abraçar e chorar com todos juntos. É um daqueles filmes que passa uma mensagem tão bonita, mas que faz você se apaixonar já nos primeiros minutos, durante o primeiro monólogo de Auggie.

Comments

Comentários

Alice Aquino Paulistana, fotógrafa, viciada em séries de tv e filmes, não dorme sem o Steve Rogers e o Tony Stark de pelúcia do lado e no tempo livre faz faculdade de Publicidade