Home Notícias Cinema Crítica | Gosto se Discute
Crítica | Gosto se Discute

Crítica | Gosto se Discute

0
0

Gosto se discute é a nova aposta nacional para lançar a YouTuber Kéfera como atriz. E por mais que essa não fosse a intenção dos produtores, uma grande parte do marketing do filme acabou por acontecer em volta da presença dela. Com uma legião de fãs, Kéfera já participou de um outro filme, É Fada, onde tanto a temática quanto a personagem interpretada ficavam mais próximas da realidade dela, já em Gosto se Discute, Kéfera estréia sua primeira cena de sexo na telona, mas o passo que a atriz deu parecem muito maiores do que suas próprias pernas.

Em gosto se discute, Augusto (Cássio Gabus) é o chefe de um renomado restaurante em São Paulo, que se vê a beira da falência depois que um Food Truck foi instalado em frente a sua propriedade. Cristina (Kéfera Buchmann) é uma representante do banco que tem a missão de ajudá-lo a sair do buraco.

Apesar de não ter uma premissa original, o filme consegue navegar bastante dentro do universo da cozinha, adicionando elementos que só seriam possíveis em uma história que se passa no Brasil e ainda incentivando uma discussão entre o novo X o velho e como esses dois extremos podem coexistir dentro de uma sociedade que está em constante mudança. A história, por fim, agrada, é engraçada, divertida e te intriga a descobrir a resolução de todos aqueles problemas que vão se empilhando ao decorrer do filme.

Cássio é um ator de primeiríssima qualidade e entrega uma atuação ótima ao lado de coadjuvantes tão bons quanto, como Paulo Gustavo, Paulo Miklos e Robson Nunes, mas talvez por isso, a falta de técnica e talvez até de experiência de Kéfera deixa bastante a desejar em muitos momentos.

O salto de um filme que beirava o besteirol e que se parecia bastante com o humor que Kéfera está acostumada a entregar em seus vídeos no YouTube para um humor mais refinado e definitivamente mais adulto talvez tenha sido demais para a jovem atriz. É possível enxergar o quanto ela se entregou para criar aquela personagem que não se parece nada com ela, mas em algumas cenas a falta de naturalidade nas falas de Cristina incomoda bastante e quebra o ritmo do filme.

Quanto a ousada cena de sexo, a própria Kéfera faz piada com isso, dizendo que colocou “suas tetas para jogo” no filme, e lida com tudo de forma bastante debochada e natural, o que nos faz sentir ainda mais falta dessa personalidade engraçada que ela tem e que não é transmitida para a personagem.

A cena é bastante ousada o que coloca o filme bem acima da classificação etária de muitos dos fãs da YouTuber, o que por si só pode ser um grande tiro no pé, mas ao mesmo tempo, uma boa chance para que públicos mais velhos tenham a chance de conhecer seu trabalho.

Apesar de tudo, o filme diverte e entretém e é possível ver que existe sim um futuro para Kéfera na carreira de atriz, com um pouco mais de estudo e treino ela com certeza vai chegar lá. Gosto se Discute é uma ótima chance para assistir uma comédia nacional de qualidade e incentivar ainda mais o cinema aqui no Brasil. O filme estréia em 09 de novembro.

Comments

Comentários

Alice Aquino Paulistana, fotógrafa, viciada em séries de tv e filmes, não dorme sem o Steve Rogers e o Tony Stark de pelúcia do lado e no tempo livre faz faculdade de Publicidade