Home Resenhas Cinema Crítica | BugiGangue no Espaço
Crítica | BugiGangue no Espaço

Crítica | BugiGangue no Espaço

0
0

BugiGangue no Espaço, uma animação brasileira audaciosamente indo onde nenhuma outra jamais esteve

Estive a convite na cabine de imprensa da animação nacional BugiGangue no Espaço. E, vou dizer uma coisa: fiquei impressionado!

A animação é a primeira produção de um longa 3D da 44Toons, conhecida por produzir  séries infantis como “Osmar, a 1º fatia do pão de forma”, transmitida pelo canal de TV paga Gloob e exportada para a Coreia, onde é transmitida pelo canal ANIMAX.

BugiGangue no Espaço trilha o caminho da ficção científica entremeada por uma boa dose de humor. Durante a exibição na cabine de imprensa, era impossível controlar as gargalhadas. Escrita e dirigida por Alê Mchaddo, que encabeça a 44Toons, a animação consegue atingir tanto o público infantil quanto o adulto.

As crianças irão se identificar na hora com Gustavinho (voz de Danilo Gentili), a irmãzinha Fefa (voz de Maisa Silva) e sua turma, todos alunos da mesma escola, que, graças às trapalhadas de Gustavinho, acabam destruindo um trabalho escolar e precisam refazê-lo antes do dia de exibição. Para isso, eles terão apenas um final de semana.

Enquanto isso, em outra parte da galáxia, o terrível vilão Gana Golber toma o poder da Confederação dos Planetas, subjugando seus líderes. E é aí que os adultos começam a se identificar com a história!

Em uma época em que se tornou comum para o cinema usar e abusar de referências, BugiGangue no Espaço segue por esse mesmo caminho, o que alegra muito nerds saudosistas que passaram os anos 70 / 80 assistindo “Sessão da Tarde”. Impossível se conter ao ver Mestre Yoda (Star Wars) vendendo bebidas em uma convenção, ou a aparição supostamente sem propósito de ET (ET, o Extraterrestre), mas que arranca gargalhadas com seu inesquecível bordão de “telefonar para casa”.

O ET de Varginha é outro personagem que dá as caras na animação, e essa foi uma das grandes sacadas da 44Toons. Personagem popular do imaginário brasileiro desde sua suposta aparição na cidade de Varginha, MG, em 20 de janeiro de 1996, sua inclusão como personagem na trama aproxima o espectador e dá o tom de brasilidade necessário a uma produção desse porte, que poderia bem ser exibida em cinemas ao redor do mundo todo. Ah, e você nem imagina que “bichinho de estimação” ele tem!

A aventura da BugiGangue, o nome que as crianças personagens da história dão ao seu clubinho, junto com sete alienígenas atrapalhados de uma raça conhecida como Invas (cuja aparência lembra muito os famosos greys, tão abordados pelos ufólogos, embora verdes), começa quando a nave desses baixinhos cai perto do clubinho e surge uma aliança entre eles: as crianças os ajudarão a consertar a nave e irão acompanhá-los em sua missão de restaurar a paz na galáxia, e o Invas ajudarão as crianças com o trabalho escolar.

BugiGangue no Espaço é tão bem feito do ponto de vista técnico que você pensará estar assistindo uma animação feita pela Pixar ou pela Dreamworks. Mas, não, é produção nacional da melhor qualidade!

Não deixe de levar seus padawans para assistirem BugiGangue no Espaço! O NERD AOS 40 recomenda!

Ficha Técnica

Gênero: Animação
Direção: Alê McHaddo
Roteiro: Alê McHaddo
Elenco: Charles Emmanuel, Claúdio Galvan, Danilo Gentili, Guilherme Briggs, Jullie, Luisa Palomanes, Luiz Carlos Persy, Maísa Silva, Mariângela Cantú, Mário Monjardim, Rogerio Morgado, Sérgio Stern, Sylvia Salustti, Wirley Contaifer
Produção: Alê McHaddo
Duração: 90 min
Ano: 2016
Classificação: Livre

BugiGangue no Espaço, distribuído pela Imagem Filmes, estreia nesta quinta-feira, dia 23/02.

Comments

Comentários

Kleber Pedroso Um nerd quarentão, com muita coisa para dizer. Tradutor e revisor por profissão, mas gosto mesmo é de escrever, e vou viver disso antes dos 50. Editor do Portal NERD AOS 40, www.nerdaos40.com.br.