Home Notícias Cinema Uma Carta de Amor a La La Land
Uma Carta de Amor a La La Land

Uma Carta de Amor a La La Land

0
0

Se me pedissem para assistir La La Land apenas pela sua sinopse, certamente eu estaria desinteressado e até mesmo demonstraria uma certa repulsa ao filme. O que o romance entre um pianista amante de Jazz e uma atriz com carreira estagnada poderia mudar na minha vida?

O fato é que após tantos comentários positivos e um “desempenho fabuloso” do longa nas principais premiações que antecedem o Oscar, como o Globo de Ouro e o Critics’ Choice Awards, tornou-se praticamente obrigatório conferir o tal musical romântico que vem quebrando recordes e acumulando uma coleção de troféus inimaginável.

3063128-poster-p-1-emma-stone-melts-our-hearts

É, eu estaria enganado. La La Land é sem dúvida merecedor de todas conquistas obtidas até aqui. Um musical que vai muito além de um romance clichê. La La Land é uma carta amor ao cinema, a música, a Los Angeles, e até mesmo ao próprio amor.

Não espere apenas por intensos beijos apaixonados ou cantorias sem fim sobre o sentimento inabalável do amor e a imensidão do mundo perante a um único ser. Apenas sente na sala de cinema e veja La La Land despretensiosamente. Deixe-se levar pela música e pela dança, se entregue a história do amor criado por coincidências e por uma bela noite iluminada pela lua.

Uma ode aos sonhadores, aqueles que lutam pelo que acreditam e principalmente aos que amam! Sonhe alto, seja você um pianista fracassado que luta pelo futuro do Jazz ou uma atriz já abatida pelo número de testes de elenco que não passou.

Eu poderia fazer como de costume; escrever uma crítica falando sobre as atuações Ryan Gosling e Emma Stone, a fotografia do filme que abusa dos planos gerais e transições do cinema clássico, da paleta de cores puxada pelo contraste de tons púrpura e azul com amarelo, do roteiro com diálogos bem escritos e engraçados. Mas La La Land não merece meu julgamento frio e técnico, ele merece ser sentido e maravilhado.

Vá ao cinema ver La La Land e até mesmo você que tem um coração peludo como o meu, poderá ser afetado pela atmosfera cantante e dançante do amor.

Um brinde aos que sonham!

 

Comments

Comentários

Will Brandini Um urso, discípulo de Zé Colméia, assaltante de pipoca de cinema que tenta falar nerdices com alguma autoridade enquanto foge do Guarda Smith.