Home Editorial Confira como foi a coletiva com elenco de 3%, Shadowhunters e Desventuras em Série na CCXP 2016
Confira como foi a coletiva com elenco de 3%, Shadowhunters e Desventuras em Série na CCXP 2016

Confira como foi a coletiva com elenco de 3%, Shadowhunters e Desventuras em Série na CCXP 2016

0
0

Domingo foi dia de Netflix na Comic Con Experience, com elenco de quatro séries originais, eles pararam o evento com um painel de 4 horas recheado de novidades e de presenças ilustres, tanto brasileiros quanto internacionais.

elenco-3

A coletiva começou com o elenco de 3% e contou com a presença de Bianca Comparato, Rafael Lozano, Michel Gomes, Rodolfo Valente, Vaneza Oliveira e Viviane Porto. Os seis disseram estar muito felizes com a repercussão que a série teve só uma semana depois da estreia de todos os seus episódios na Netflix, e ainda contaram que até mesmo no próprio dia que a série saiu, algumas fãs já tinham visto tudo! Eles disseram nunca imaginar que a série poderia criar uma base de fãs tão grande em tão pouco tempo no ar, e que isso era muito legal.

Além disso, ainda falaram sobre a coragem da série de ser uma das primeiras do gênero de Ficção Científica aqui no Brasil, e que acreditam que esse é um gênero que ainda precisa ser muito desbravado por aqui, mas que era preciso começar de algum lugar e eles tem muito orgulho de serem pioneiros.

Como não poderia deixar de ser, perguntaram sobre as críticas negativas que a série tem recebido, tanto do público quanto dos críticos, e eles afirmaram mais uma vez estarem felizes com o resultado, mas sabendo que existe um caminho muito longo quando se fala sobre melhorias na série.

Mais tarde no mesmo dia 3% foi renovado para a segunda temporada, o que veio como surpresa para muitos fãs e até mesmo para o próprio elenco, mas a Netflix parece estar empenhada em desbravar esse universo de ficção científica brasileira, o que é ótimo, já que além de tudo a série está carregada de uma crítica social e, na verdade, representa um cenário que é muito inspirado na realidade do país.

elenco-shadowhunters

Os próximos foram os atores do elenco de Shadowhunters, série original baseada na saga de livros Os Instrumentos Mortais, de Cassandra Claire. A série que estreou sua primeira temporada em 2016, já está garantida para a segunda e o elenco se mostrou extremamente animado para o que está por vir.

Muito felizes por estarem no Brasil, Katherine McNamara (Clary), Dominic Sherwood (Jace), Alberto Rosende (Simon), Emeraude Tobia (Isabelle) e Matthew Daddario (Alec), disseram estar impressionados com o carinho dos fãs brasileiros, que foram vê-los no aeroporto, no hotel e que lotaram a Comic Con, mas concordaram que é uma responsabilidade enorme dar rosto a personagens que já existiam na mente dos fãs dos livros.

Além disso, eles contaram um pouco das mudanças que podemos esperar para a segunda temporada, da abordagem de temas um pouco mais sombrios e de caminhos mais arriscados para cada um desses personagens, mas claro, sem entrar em muitos detalhes para não dar spoilers.

O que mais chamou atenção foi o quanto todos pareciam estar se divertindo por estar no Brasil, com o carinho dos fãs e entre eles também, todos parecem ter uma química incrível e que, claro, ajuda muito dentro da série.

neil-patrick-harris-coletiva

Em seguida tivemos a ilustre presença do multitalentoso Neil Patrick Harris, mais conhecido por Barney Stinson, seu personagem na série How I Met Your Mother, mas que irá dar vida ao malvado Conde Olaf na original da Netflix, Desventuras em Série.

Baseados na série de livros de Lemony Snicket, a produção é uma das mais aguardadas do serviço de streaming e estreia no dia 13 de Janeiro, com os 8 episódios já disponíveis.

Neil chegou a coletiva já muito animado e conquistou todos com seu carisma, falando um pouco da dificuldade de interpretar Olaf, que exigia uma quantidade absurda de próteses no rosto, mas que tinha sido uma experiência muito divertida, com certeza. Além disso, ele ainda falou dos personagens derivados do seu, já que Olaf está sempre se disfarçando de outras pessoas para enganar os órfãos, e contou de todo seu processo de criação, da mudança nas expressões do rosto para cada personagem e nas vozes que ele mesmo inventa.

NPH ainda disse que foi incrível trabalhar com Louis Hynes e Malina Weissman, que fazem Klaus e Violet na série. Ele disse que apesar de serem jovens e de não terem muita experiência atuando, os dois se saíram muito bem e são talentos natos, ainda mais considerando a necessidade de ter que equilibrar o trabalho com a escola e coisas do tipo. Neil ainda disse que acabou ficando no papel quase 100% do tempo que estava no estúdio, e que isso foi extremamente divertido (e um pouco presunçoso da parte dele, segundo ele mesmo).

Em uma coletiva muito descontraída e divertida, que mais parecia uma conversa entre amigos, Neil ainda contou que podemos esperar muitos número musicais em Desventuras Em Série, cantados por ele mesmo, e ainda disse que isso tem muito a ver com os livros, que sempre brincaram com as palavras. Além disso, ele ainda disse ter muita admiração por Jim Carrey, que interpretou Conde Olaf na adaptação cinematográfica de 2004, dizendo que a situação não era favorável para o ator e, mesmo assim, ele fez um ótimo trabalho.

Para terminar a bateria de entrevistas, tivemos a presença de três atores do elenco de Sense8, Tina Desai, que faz a Kala, Brian J. Smith, que faz o Will e Miguel Silvestre, que faz o Lito. Os três estavam muito animados de estarem no Brasil, e disseram que as cenas que filmaram aqui para a segunda temporada, durante a parada gay brasileira, foram algumas das melhores cenas que fizeram, que o clima e o público ajudaram muito!

CCXP 2016

Cheia de polêmicas, a coletiva teve perguntas envolvendo o novo ator do Capheus, Toby Onwumere, que substituiu Aml Ameen depois de alguns desentendimentos que não chegaram a ser esclarecidos. Todos disseram que o ator é incrível, que se doou totalmente para o projeto e que conseguiu se adaptar muito bem ao ritmo louco das filmagens, e que todos estavam muito felizes em tê-lo a bordo.

Miguel fez um discurso incrível sobre as injustiças da perseguição aos LGBT que acontecem não só aqui no Brasil, mas no mundo todo, e da importância de Sense8 para dar voz a esse assunto, que foi amplamente discutido na primeira temporada e deve ser mais ainda durante a segunda.

Brian se posicionou em relação a eleição de Trump como novo presidente dos Estados Unidos, dizendo o quanto isso só aumentava a importância de Sense8, para passar mensagens de tolerância e amor em uma época em que se fala sobre discriminação, preconceito e criação de muros. Ele disse que o importante é todos se mantenham unidos em prol dos menos favorecidos, e que é com amor e aceitação que se passa por isso.

Tina defendeu a série das acusações da “falsa inclusão” de Sense8, explicando que é uma das séries que mais mostra diversidade, tanto cultural quanto de posição social, quanto de padrões de beleza.

Os três atores foram muito aplaudidos pelos jornalistas depois de todos esses discursos, mostrando que não é só na série que existe a preocupação com conscientizar o público de assuntos tão importantes quanto esses.

E, claro, os três elogiaram muito a criadora e showrunner Lana Wachowski, dizendo que ela se coloca totalmente dentro da série e faz de tudo para que Sense8 seja o mais real e incrível possível, além de, claro, tentar sempre mostra na série que o sexo deve ser visto como uma forma de conexão e de amor entre as pessoas, e é por isso que ele é sempre tão representado na série.

Sense8 terá um episódio especial que estreia no dia 23 de Dezembro de 2016 e a segunda temporada chega a Netflix no dia 5 de Maio de 2017.

Comments

Comentários

Alice Aquino Paulistana, fotógrafa, viciada em séries de tv e filmes, não dorme sem o Steve Rogers e o Tony Stark de pelúcia do lado e no tempo livre faz faculdade de Publicidade