Home Editorial Sobre Tartarugas Ninja e a Renascença
Sobre Tartarugas Ninja e a Renascença
0

Sobre Tartarugas Ninja e a Renascença

0
0

Se você é uma pessoa minimamente informada sobre universo das Tartarugas Ninja, sabe que o nome de cada uma delas homenageia quatro dos mais importantes artistas renascentistas. Então, pra você fazer bonito quando for assistir ao filme (olha aqui a nossa crítica), vamos entender rapidão quem são esses caras. Mas, primeiro:

O que é e quando foi o Período Renascentista?

A Renascença foi mais ou menos o período entre os séculos XIV e XVII, em que rolou uma profunda revisão de valores no ocidente. Basicamente, estávamos deixando de ser medievais e repensando a forma como deveríamos viver em sociedade. Esse movimento foi muito mais percebido nas artes, ciência, economia e na forma como se entendia a religião. Basicamente, foi nesse período em que a gente “renasceu” filosófica e socialmente, sacou?
O movimento teve inicio na Europa, ali pela Itália. Por isso, muitos artistas da renascença são italianos.

renascença

Tá, mas o que as tartarugas mutantes têm a ver com isso?

Bom, nada. No universo criado por Kevin Eastman e Peter Laid, o rato mutante Mestre Splinter (cujo nome é uma homenagem ao personagem da Marvel, Stick, mestre cego do herói Demolidor), batizou as tartarugas de Leonardo, Donatello, Michelangelo e Rafael, que são seus artistas prediletos. E tudo isso não é mais que um belo toque de originalidade dos criadores.

Bem, vejamos quem foram esses cabras.

Leonardo

leonardo

Leonardo da Vinci foi, além de célebre pintor, cientista, matemático, arquiteto, poeta, músico, botânico, inventor… Uff. A lista é imensa. Entre suas obras mais famosas estão a Mona Lisa e A Última Ceia.
Da Vinci está no TOP 5 das mentes mais brilhantes e inquietas da História da Humanidade. Não é pouca coisa, não.

Donatello

Don

Donatello di Niccoló di Betto Bardi (vai vendo) foi um escultor que nasceu em 1386. A facilidade com que manuseava diversos materiais, como madeira, mármore e bronze, deram fama internacional ao rapaz de família humilde e que quase morreu por participar de revoltas populares.

Aos  32 anos, Donatello esculpiu sua primeira obra prima. David, em mármore. O realismo e a anatomia impecável foram impressionantes para época.

Michelangelo

micka

Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni (vix!) foi um dos artistas mais inventivos e técnicos da História da Arte.  O Divino – como era chamado – deixou um vasto legado também em outras áreas, como arquitetura e literatura. Dentre suas obras mais cultuadas, está a pintura no teto da Capela Sistina.

Michelangelo foi um dos raros artistas a se tornar tão popular, tanto no mundo acadêmico quanto na cultura POP.

Rafael

rafa

Rafael Sanzio foi um mestre precoce na pintura e arquitetura. De vida curta e repleta de mistérios, foi convidado pelo próprio Papa Julio II para decorar o Vaticano quando ainda tinha 25 anos.

Morreu no dia em que completaria 37 anos e em circunstâncias misteriosas.  O prestígio em volta de Rafael foi tamanho, que influenciou a política, criando e fortalecendo alianças importantes em Roma. Uma de suas obras mais populares é a Madona Sistina.

É impossível falar desses caras de forma tão resumida sem parecer superficial. Mas se você se interessou, use sua cabecinha e pesquise (inclusive para ver as obras que citamos mas não mostramos aqui).
Há muito mais entre o pop e o erudito do que supõe nossa vã filosofia. 🙂

Tartarugas Ninja: Fora das Sombra estreia dia 16 de junho nos cinemas.

Comments

Comentários

Pedro Ivo "Uma vez eliminado o impossível, o que sobrar, por mais improvável que pareça, só pode ser a verdade."