Home Resenhas Cinema Resenha Steve Jobs

Resenha Steve Jobs

0
0

O filme de Danny Boyle nos leva para os bastidores da revolução digital que teve um de seus epicentros na década de 80 e nos coloca como testemunha de três grandes lançamentos da vida de Steve Jobs e a linha de tempo corporativa da Apple.

Um filme de bastidores, marcado pelos eventos que movimentaram a indústria de tecnologia na década de 80 e 90 nos quais Steve Jobs foi o pilar principal. Uma obra amarrada no peso dos diálogos que revela a expectativa de uma revolução que muitos de nós sabemos que estaria por vir.

Michael Fassbender nos conduz como Steve Jobs, seus problemas ideais e grandes momentos com maestria, e se você é como eu, já deve ter assistido uma ou outra apresntação da Apple com a presença de Jobs, e cada nuance está lá representada.

O Filme lida com os problemas enfrentados por diversas pessoas que permeiam a vida do co-fundador da Apple, Steve Wozniak (interpretado por Seth Rogen), a diretora de Marketing da Apple e “problem solver” de Steve, Joanna Hoffman (interpretada magistralmente por Kate Winslet), Lisa (interpretada em diferentes idades por diferentes atrizes) sua filha e John Sculley (interpretado por Jeff Daniels).

Passado em três linhas de tempo e em três bastidores de grandes eventos, o filme Steve Jobs narra, de maneira inteligente, as dificuldades que todos tinham para lidar com Jobs e os problemas que Jobs tinha para superar para executar o que havia planejado para a empresa. Os conflitos e a ligação com Steve Woz estão claros e muito bem representados e toda dificuldade para manter a unidade familiar fica mais do que aparente.

Steve Jobs (Michael Fassbender) e Steve Wozniak (Seth Rogen) em 1984
Steve Jobs (Michael Fassbender) e Steve Wozniak (Seth Rogen) em 1984

Compassado nos diálogos mais importantes da vida de Jobs, o filme é conduzido por uma trilha sonora apreensiva e ritmada para passar a exata tensão daquele momento, seja em 1984 ou em 1998, os diálogos mais relevantes dessa narrativa nos prendem na cadeira como uma sequência de ação em um filme de aventura.

Se você tem curiosidade por desmistificar aquele que muitos aclamam como gênio, assista Steve Jobs, um filme baseado na bibliografia de Walter Isaacson, mostra o ímpeto, a garra, as falhas, a cabeça dura e muitas vezes a genialidade por trás do mito da Apple.

Uma aula de atuação com diálogos precisos. Em uma aula histórica do mundo atual que vivemos, esse filme retrata momentos decisivos que, como diria o próprio Jobs, mudaram o eixo que nosso planeta seguia. Agora, se ele é herói ou vilão, a conclusão tem que ser sua, mas vá de mente aberta ver o filme, como uma pessoa interessada em momentos tão importantes do mundo da tecnologia.

O filme Steve Jobs da Universal Pictures estréia dia 14 de janeiro de 2016 em circuito nacional.

Comments

Comentários

Carlos Vivacqua Criado em um laboratório por motivos de puro luxo e inveja, Vivacqua tornou-se o inventor da internet e em seguida da primeira máquina do tempo.